3/10/2017

MINHA SALA DE AULA DO PRESENTE


Confesso que cheguei tarde,                                  
Na minha sala do presente.
Um sonho organizado em mente,
Que demorou e ainda arde...
Percebi que na tecnologia
Tudo era possível e atraente,
Mesmo numa sala ausente,
Onde demora em ser tarde...
Procuro nesse ambiente,
O saber que me faz gente;
Como filho do conhecimento
Que emerge de um sono distante...
Abraço essa família que não vejo
E desejo-a no calor da minha mão.
Aulas mágicas que levam e trazem;
Perguntas, dúvidas e soluções...
Afinal, a sala de aula é mesmo aqui,
Cheia de música, ruído e gargalhada.
Tudo não passa de um sonho;
Real, presente e duradouro...
Preparado para dar-me o que faltava;
Um futuro semeado pelo presente,
Lançado na plataforma do AVA.

mongiardimsaraiva




Nenhum comentário:

Postar um comentário